10 pontos para provar que a privatização não reduzirá a dívida da Petrobras

10 pontos para provar

Atenção: privatizar a Petrobras para reduzir sua dívida é MEN-TI-RA! Este será um dos maiores erros que o Brasil pode cometer contra o próprio povo – e podemos provar em 10 pontos. De 2014 a 2018, a Petrobras:

1. Reduziu sua dívida líquida de US$ 115,4 para US$ 69,4 bilhões.

2. Quando se fala em dívidas de uma grande empresa como a Petrobras, geralmente significa que ela fez grandes investimentos, mas terá retorno em um prazo previsto.

3. Reduziu sua alavancagem (dívida liquida / EBITDA ajustado) de 4,25 para 2,20.

4. 74,35% da redução da dívida veio da geração operacional de caixa da estatal, enquanto apenas 25,65% veio da venda de ativos.

5. Sem vender qualquer ativo, a Petrobras já conquistaria uma redução de US$ 115,4 para US$ 81,19 bilhões da dívida líquida – atingindo 2,58 de indicador de alavancagem (meta: 2,50).

6. Em 2015 foi adotada a redução da alavancagem como objetivo estratégico da alta administração da Petrobras. Foram estipulados meta e prazo arbitrários ao mesmo tempo em que se mantinham saldos de caixa elevadíssimos – tudo para justificar a privatização.

7. A venda de ativos rendeu apenas US$ 18,72 bilhões. Se não fossem privatizados, gerariam em caixa US$ 2,81 bilhões ao ano à Petrobras (considerando que rendiam 15% ao ano em geração de caixa). Em 30 anos, A venda de ativos vai causar um prejuízo de US$ 37,25 bilhões.

8. No final de 2018, a estatal tinha US$ 14 bilhões em caixa – US$ 11 bilhões a mais que a necessidade de qualquer empresa petrolífera de grande porte. Se o valor excessivo fosse usado para reduzir a dívida, a alavancagem chegaria a 2,2, sem carecer da venda de qualquer ativo.

9. A privatização impactaria negativa e violentamente a geração futura de caixa da estatal, reduziria sua capacidade de pagamento da dívida, assumiria riscos empresariais desnecessários e desestruturaria sua cadeia produtiva.

10. A Petrobras é extremamente lucrativa. Não precisa ser privatizada para reduzir sua dívida e alavancagem. Os argumentos para a venda de ativos são falaciosos, pois invertem a causa e o efeito.

Não há razão para privatizar a Petrobras. O que há nessa ideia é manipulação do povo brasileiro para atender interesses antinacionais e desonestos.

 

A Petrobras é investimento no presente e no futuro.

 

Confira também Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação: A Petrobras investe. O Brasil ganha

10 pontos para provar que a privatização não reduzirá a dívida da Petrobras

Compartilhe o post no Facebook

Compartilhe no Instagram

Passado, Presente e Futuro: A Petrobras é tudo isso e muito mais

Privatização da Petrobras da riqueza ao abandono
Privatização da Petrobras da riqueza ao abandono
Sede das operações da Petrobras na Bacia de Campos, Macaé (RJ) tem na  riqueza do petróleo sua maior força econômica. Com a chegada da estatal à Capital Nacional do Petróleo,...
Por que o Brasil importa combustível, se é autossuficiente em petróleo?
Por que o Brasil importa combustível, se é autossuficiente em petróleo?
O Pré-sal tornou o Brasil autossuficiente na produção de petróleo: por dia, são extraídos aproximadamente 3 milhões de barris – o bastante para suprir o consumo nacional de combustíveis. Porém,...
Petrobras reduz os preços nas refinarias. Mas os postos (privados) aumentam o lucro
Petrobras reduz os preços nas refinarias. Mas os postos (privados) aumentam o lucro
A Petrobras reduz os preços dos combustíveis nas refinarias, mas as empresas privadas não repassaram essa redução para o consumidor. Só este ano, a estatal baixou 11 vezes o preço...